Likes 15 Likes

0 Membros e 2 Visitantes estão a ver este tópico.

Online Tatyana

  • *
  • Administrador
  • Amante
  • *****
  • Sexy Book
  • Mensagens: 201
  • Sexo: Feminino
  • Sexy Book
  • Avaliação: +1259
    • SexyBook
A escola...
« em: Outubro 31, 2018, 15:24:23 »
Certa noite, eu e a minha namorada daquela altura, fomos sair com uns amigos. Fomos a uns bares que haviam na Ericeira. Quando voltámos, deviam ser por volta das 04H00m, estávamos super excitados, estávamos em lume. Estivémos a noite toda aos amassos e aos beijos, a apalpar-nos mutuamente, e queriamos muito fazer amor. despedimo-nos do pessoal, e dirigimo-nos às redes de uma escola perto de minha casa. Perto das redes, entre um muro e a própria rede, haviam uns arbustos, e nessa área não havia postes de iluminação, fazendo com que a zona estivesse praticamente às escuras. beijei-a muito e apalpei-lhe o rabo, ela deitou-se no chão e eu pus-me por cima dela, estava com uma tesão massiva, e ela também. Ela estava de mini-saia, e de collants, eu muito excitado, todo a tremer, agarro-lhe nas collants, na zona da vagina, e enfio os dedos pelas collants adentro, rasgando-as, puxo-as para lados opostos com as duas mãos rasgando-as violentamente, e ela diz-me:
 -Môr, môr, calma môr.
 Respondi-lhe:

 -Calma nada, tenho pressa.
 -Tens pressa para quê? Onde vais?
 -Vou-te comer a cona, é uma emergência!
 Ela começou-se a rir, e estava muito excitada, ao ver-me a rasgar-lhe as meias daquela forma animalesca, percebeu que eu não estava para brincadeiras, ia espetar-lho forte e feio, ali mesmo, deitados na relva por trás dos arbustos...
 Desviei-lhe as cuecas para o lado e penetrei-a, comecei imediatamente a espetá-lo com força e velocidade, estava louco de tesão, o caralho todo inflamado, super rijo, com as veias a latejarem...
 Começo a ouvir movimentos ali por perto, e às tantas uma voz de homem:
 -Saiam daí, o que querem seus malandros?? Vou chamar a polícia..
 Entretanto, ouço pedras pequenas a baterem no muro a poucos metros de nós..
 -Estão a ouvir?? Que fazem aí??
 Até aqui tudo bem, mas o pior é que quem quer que fosse estava a querer mesmo correr connosco, e começou a atirar pedras da calçada...
 Passei-me da cabeça, estava bebâdo, excitado, e agora irritado por me interromperem a foda. Gritei:
-Ó caralho, meu granda filha da puta, mas tu queres parar de atirar pedras, ou queres que eu aí vá enfiar-tas pela puta da goela abaixo, meu monte de merda?? Posso dar uma foda descansada meu paneleiro?? Ou só posso foder depois de te partir os dentes e tos enfiar no cú??
 Quem quer que fosse percebeu a mensagem... Ouvi-o a afastar-se, e recomecei o serviço. Espetei-o sempre com força e com raiva até ao fim, ela veio-se e agarrava-se a mim com força, tal era a fúria com que eu estava a fazer amor... Ela teve aí uns três orgasmos, e chegou a minha hora. Enchi-lhe a zona púbica de esperma, pelo buraco das collants. ficou com collants, barriga e cuecas, tudo melado, tudo molhadinho com o meu leitinho. Soube-me bem. Muito bem..
 Ela disse-me:
 -Ai môr, o teu caralho estava tão rijo. Adoro quando me fodes assim à bruta, com força.. É tão booomm...


  • Ass to Ass x 1    Churn It x 1    Cunnlingus x 1    Diddle x 1    Doggystyle x 1    Double Dildo x 1    Fellate x 1    Foot Fetish x 1    Missionary x 1    New None x 1    Pound It x 1    Ride it x 1    69 x 1    Teabag x 1    Titty Fuck x 1 (Lista das Curtidas | 15 Enviar Total)
Deixa de ser putanheiro e participa no fórum ,traz teus amigos (as).