Likes 15 Likes

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Online Tatyana

  • *
  • Administrador
  • Amante
  • *****
  • Sexy Book
  • Mensagens: 198
  • Sexo: Feminino
  • Sexy Book
  • Avaliação: +975
    • SexyBook
Autocarro
« em: Outubro 31, 2018, 15:25:18 »
Tinha estado separado de uma miúda cerca de um ano.. Eu gostava muito dela, e sabia que ela gostava de mim, mas sabem como é, a vida nem sempre vai de encontro ás nossas querenças...
 Eu ligava-lhe com frequência, e enviava-lhe muitas mensagens de amor... Ela namoriscava com outro rapaz e eu arranjava os meus namoriscos, mas na verdade, queriamo-nos um ao outro...
 Um dia, ela liga-me..
 -Precisamos de falar. -Disse ela-
 -Que se passa?? -Repliquei
 -Tenho de falar contigo. -Insistiu
 -Ok, quando? -Sabia que era coisa importante, ela nunca falava de coisas sérias sem ser cara a cara..
 -Hoje, apanha-me na estação do metro em Alvalade..
 -A que horas?
 -20H30m..
 -Combinado.
 Desligá-mos... Comecei a ficar preocupado, o que se passaria?? Fiquei ansioso, aquela antecipação terrivel, nós a tentarmos adivinhar o que se passa, sabem??

 20H30m, lugar combinado...
 Ela sai do metro, chega ao pé de mim, e em vez de dois beijinhos na cara, espeta-me com um beijo na boca, mas um daqueles beijos de lingua tremendos, em que os mortos ficam de pé...
 Tremi por dentro, tanto tempo de luta a tentar reconquistá-la finalmente compensou...
 -Que querias falar? -Perguntei-lhe..
 -Já te digo.
 -Queres voltar para mim, é isso??
 -Não.
 -Então?? Queres curtir, perceber se ainda gostas de mim?? O que se passa??
 Aí ela larga a bomba...:
 -Quero que me comas!
 -Desculpa? -Pergunto eu ainda meio atordoado..
 -Quero que me comas... -Repete ao meu ouvido, numa voz sexy e cheia de tesão..
 -Para onde vamos? -Perguntei.
 -Para onde quiseres, só quero que me comas toda.
 Decidi levá-la para casa, para minha casa, os meus pais eram bastante liberais nestes assuntos, e desde que não abusássemos, sabia que podia fazer o amor com ela bastante à vontade...
 Entrámos no autocarro, sentámo-nos, ela encostada á janela da direita, e eu do seu lado esquerdo. Ela vinha de mini-saia, com collants de ligas, e com um sobretudo por cima. Fez questão de deixar o sobretudo abrir-se e puxou um pouco a mini-saia para cima, de modo a que eu visse que estava de meias de ligas (sabia que eu fico doido com essas meias..), e eu agarrei-lhe logo na perna esquerda, ela olhou para mim, inclinou a cabeça para nos beijarmos, enquanto nos beijávamos pegou na minha mão e colocou-a entre as suas pernas, por cima das cuecas a apalpar-lhe a sua vagina lindíssima...
 Abusei um pouco, meti-lhe as mãos por dentro das cuecas, e ela muito excitada abria a boca, com uma expressão de prazer, tinha a coninha molhada, e eu judiei com ela, masturbei-a muito, e bem, reparei que uma ou duas pessoas que iam no autocarro (havia pouca gente naquele autocarro àquela hora) repararam que estávamos muito excitados, e já olhavam para nós com ar de desconfiança..
 Levei-a para casa, sempre a fazer estes jogos muito eróticos, de provocação sexual mútua, e estava muito excitado, tal como ela.. Entrámos no meu quarto, despi as calças e os boxers, e já tinha o pénis todo babado, muito liquido prostático lubrificante a sair pelo buraquinho... Ela olhou para ele e apercebendo-se do meu estado ficou ainda mais excitada, e deixa sair um: -Ai môr...- E abocanha-mo, UAU... Que bem que soube, há tanto tempo que não sentia aquela boquinha linda a chupar-me.. Disse-lhe: - Isso bebé, mama, mama bem... -Ela não se ficou atrás, respondeu-me: -Tão bom, há tanto tempo que não te fazia um broche, que não sentia este caralho na minha boca... (Teve pelo menos um orgasmo enquanto me chupava).
 Eu delirava com tudo aquilo... Adoro uma boa boca, e adoro quando me dizem coisas deste género, é tão sensual e sexy e excitante uma mulher que se solta na altura do sexo, a mulher tem de ser dona de casa, senhora na rua, e puta na cama, não há outra forma... Sabem aquela expressão que diz que o homem se conquista pela barriga?? É treta, conquista-se na cama. Pelo menos comigo é assim...
 Ela deitou-se na cama de pernas abertas, mini saia escancarada, e cuequinha puxada para o lado, eu penetrei-a, durante algum tempo, fizémos um amor lento e intenso, com muitos beijos, ela puxou a camisola para cima, juntamente com o soutien, nem o desapertou, só o puxou para cima, eu ao ver aqueles seios lindos, nº 38, fiquei doido, liguei o cínico, e acelerei, espetei-lho com muita força e com muita velocidade, grandes bombadas sem parar, ela veio-se três, quatro vezes, e eu sempre a cavalgá-la...
 Ao fim de um tempo, já estava cansado, suado, a cama molhada, cheia de suco vaginal, eu estava pronto para gozar, ela pediu-me... -Lá dentro, dá-me o teu leitinho lá dentro..
 -Vou-te enprenhar minha puta, tenho dois litros de esporra aqui acumulada...
 -Então emprenha meu machão, emprenha a tua putinha, esporra-me toda..
 E eu esporrei... Deitei muito leite quente, todo lá para dentro, enchi aquela barriguinha toda por dentro....
 Ela veio-se muito também, os nossos líquidos misturavam-se, e estava tão quentinho....
 Foi muito bom...
 As mulheres também se conquistam na cama, pelo menos essa eu reconquistei-a na cama, mas não foi desta vez, foi um conjunto de vezes em que fizémos amor... Fomos fazendo mais vezes, e com intervalos mais pequenos, até que decidimos que era melhor namorarmos novamente...


  • Ass to Ass x 1    Churn It x 1    Cunnlingus x 1    Diddle x 1    Doggystyle x 1    Double Dildo x 1    Fellate x 1    Foot Fetish x 1    Missionary x 1    New None x 1    Pound It x 1    Ride it x 1    69 x 1    Teabag x 1    Titty Fuck x 1 (Lista das Curtidas | 15 Enviar Total)
Deixa de ser putanheiro e participa no fórum ,traz teus amigos (as).